ola

Menu

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Irai - Sendo criada em caixa INPA ( 15 x 15 cm internamente )

[Figura-1] Enxame de Irai na caixa INPA
Atualmente tenho utilizado a caixa INPA 15 x 15 para criação de abelha da espécie Irai.

Como podemos observar na figura-1, elas se desenvolveram muito bem dentro dessa caixa, ocuparam todo o espaço vago com as lamelas ( cera macia ) e no centro construiram seu ninho.

A caixa foi montada com apenas 1 ninho, 1 sobreninho e 1 melgueira.

Essa espécie de abelha produz pouco mel, a cera é bastante ressecada.  Porém é uma abelha muito mansa e dócil, muito fácil lidar com elas.





[Figura-2] Discos de cria exposto
Na figura-2 podemos observar os discos de cria já expostos, ou seja, a cera foi removida para termos acesso à eles para dar início a uma divisão.

Esse modelo de caixa ficou legal pra elas, pois o espaço interno de 15 x 15 cm é o suficiente para o desenvolvimento dos discos de cria, e também temos a vantagem de que torna-se padrão, pois esse modelo de caixa também é usado para a criação de Mandaçaias.




[Figura-3] Entrada da caixa para Irai

Agora, atenção:
Como estamos utilizando uma caixa que foi projetada para criação de Mandçaias, temos que fazer uma pequena modificação antes de colocar a Irai lá dentro. As Mandaçaias gostam de entradas apertadas, cuja entrada permita somente a passagem de uma única abelha por vez, isso é uma característica dessa espécie de abelha ( Mandaçaia ), pois facilita o trabalho da abelha "guarda" que fica de vigia protegendo a entrada.

Bom, as Irais tem uma característica um pouco diferente, ou seja, elas gostam de ficar aos montes em volta da entrada, montando vigia contra possíveis inimigos.  Sendo assim temos que modificar a entrada da caixa, aumentando a área de 0,8 cm ( 8 mm ) para 2 cm ( 20 mm ).
Se vocês observarem o voo das Irais, notarão que elas vem voando e quando chegam perto da caixa, simplesmente "caem" para dentro dela
[Figura-4] Entrada sendo reduzida para proteção

Portando se a entrada for muito estreita ( 0,8 cm ) simplesmente ocorrerá "trombada" com a tábua e isso vai acarretando desgastes e estresse pra elas.

Já com uma abertura de 20 mm isso (trombada) não acontece e elas entram e saem livremente sem problemas.

A figura-3 mostra as guardas vigiando a entrada, na verdade estamos vendo apenas uma, pois quando me aproximei da entrada, elas correram para dentro, e ficou somente essa me espionando, essa é uma das características da Irai:  são muito tímidas.

A figura-4 ilustra o momento em que elas reduziram e entrada.  Isso acontece quando elas estão sentindo a presença de inimigos por perto, ou por motivo de frio.  Agora, quando o calor está intesno, elas abrem totalmente a entrada ( veja na figura-3 ).

Essa flexibilidade de "alargar" ou "estreitar" a entrada somente é possível se oferecermos essa condição pra elas:  deixar a entrada com abertura de 20 mm, e elas moldarão a abertura conforme suas necessidades.

Grande abraço e muito sucesso pra vocês.




4 comentários:

  1. Caro Lúcio, acabo de confeccionar duas caixas com as medidas que menciona acima e assim que tiver as condições climáticas adequadas irei transferir um enxame irai pra uma das caixas. Tão logo tenha os resultados te informo! Parabéns pelo seu trabalho e muito obrigado pelas informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Claudio.
      Grande abraço e muito sucesso pra você.

      Excluir
  2. 15 x 15 interno e qual a altura de cada módulo?

    Quando a melgueira estiver cheia, podemos retirar todo o mel dela?

    Qual a altura do módulo da melgueira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo;
      A altura dos modulos é de 7 cm.
      Sim, se o enxame encher a melgueira de mel, pode retirar para consumo.
      a altura da melgueira também é de 7 cm.
      Abçs

      Excluir

Deixe sua mensagem.